segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

 

Li Retro City

Acabei de ler RETRO CITY: ALMANAQUE DE 1939.
É difícil falar de um trabalho onde a maioria do pessoal envolvido você conhece pessoalmente, mas o fato é que a edição ficou realmente demais!
A narrativa de cada história, sempre pelo ponto de vista de um terceiro, nunca do herói, deu um ar todo especial, e esse tipo de "afastamento" de certa forma nos aproximou dos personagens. As artes estão boas demais e desenhistas que eu não conhecia como o Alcione da Silva e do Newton Barbosa me impressionaram muito. Além do Fernando Gil e do Fernando Merlo, que mantiveram o alto nível. Sem falar no Daniel HDR, no Rogério de Souza e no próprio Maurício Dias, que confirmaram o que eu já conhecia e mandaram muito bem. As notícias do Emissário, e trazendo em suas páginas os créditos das histórias, de uma forma bem divertida, é outro ponto a destacar, e parabéns ao Zé Weingartner pelo trabalho. Parabéns também ao Koya pela arte-final das histórias que participou.
Enfim, parabéns a este Panteão Valoroso, longa vida à Retro City, e que esta Era seja muito dourada!

E agora com licença que vou folhear os classificados d'O Emissário à procura de um apartamento no Kirby Village. Quero morar lá. Quem sabe eu esbarre numa garota de cabelos curtos que veio do futuro...

Marcadores: ,


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Assinar Postagens [Atom]